20 de janeiro de 2014

Shark (K-Drama)

Post dedicado totalmente a minha querida Ana Cecilia que indicou-me com veemência este drama. Se tivesse terminado Shark antes do fim de 2013, ele estaria no primeiro lugar, ultrapassando, pra mim, a originalidade de Heartless City. Se a resenha ficar meio poluída ou estranha, perdoe-me, mas diversos sentimentos me acometem quando penso nesse drama e por em frases é realmente difícil.

(Kim Nam Gil, Son Ye Jin, Nam Bo Ra, Lee Soo Hyuk, Lee Ha Nui, Ha Suk Jin, Lee Jung Gil) Ano : 2013
Han Yi Soo quer conquistar o poder onipotente de se vingar de sua família e ele, finalmente, aponta o punhal para a mulher que ama. Jo Hae Woo  descobre a verdade sobre Yi Soo e sua família, mas ela não consegue parar de amá-lo. Esta história é sobre amor agonizante e trágica vida de um homem e uma mulher.

Vingança. Ódio. Amor. Redenção. Quatros palavras irão me guiar desta vez, pois Shark é sombrio e desesperador, mas ao mesmo tempo a história é melancólica, com algumas sutilidades de doçura. Quando penso em tudo que assisti nos 20 episódios, toda moral por trás do nome e o desenrolar final, compreendi o que a Ana Cecilia quis falar com "o sentimento" angustiante que fica, e isso que me fez amar Shark por completo.
Nos primeiros quatro capítulos somos apresentados ao nosso protagonista jovem, toda tragédia que aconteceu com ele e despertou sua ânsia por vingança, além, de nos presentear com um romance  puro entre dois adolescentes. E digo, que inicio surpreendente, já de cara é tanta maldade e desgraça, mas ao mesmo tempo a beleza do relacionamento entre Yi Soo e Hae Woo que me conquistou facilmente, devorei estes episódios, que se intercalavam com leves cenas cruciais do presente e tornava bem mais atrativo para quem, assim como eu, é ansioso e deseja logo ver os mais velhos em ação.
Mas tenho que fazer uma rasgação de seda para os adolescentes, que atuação divina. E claro, parabenizar o pessoal que escolheu um elenco coerente com todas as partes da história, Kyung Soo Jin é extremamente parecida com a Soo Ye Jin, e copiou os trejeitos de sua 'sunbae', realmente, de acreditar que eram a mesma pessoa. Já, Yun Joon Suk manteve o olhar profundo e misterioso de Kim Nam Gil, admito, se minha simpatia por Yi Soo foi grande mesmo com todos os deslizes dele, foi pelo garoto que Joon Suk desempenhou no inicio : apaixonante.
Han Yi Soo foi um personagem complexo e extremamente marcante. Um mocinho que é vilão, que desliza com atos grotescos, mas ao mesmo tempo mantém aquele pequena parcela doce, com uma devoção quase cega pela irmã e o carinho de uma promessa feita anos antes para a amada. Yi Soo foi tão sofrido, sempre gritando desesperado para que o salvassem daquela vida de tortura. Eu o amei inteiramente, tamanha essa carga emocional que carregava consigo, buscando vingança, depois justiça, por fim apenas o amor, raramente vemos mocinhos tão maus e "bons" ao mesmo tempo, que dividem nossos sentimentos e nos ganham por completo. Kim Nam Gil foi incrível, o homem conseguia trocar em segundos, e com tamanha realidade, seu olhar e estado de espirito, me considero já uma fã deste ator, e cá pra nós, se todo mundo que sofrer um acidente e ficar transfigurado se tornar esse charme ambulante... senhor me abana!
Jo Hae Woo foi surpreendente. Esperamos uma protagonista pamonha, que se deixa levar pela persuasão dos outros e não tem opinião própria. Errado, Hae Woo é uma mulher forte e determinada, que comete erros, se deixa levar pela paixão e não tem medo de ser julgada. Talvez a inteligencia da Hae Woo, e como ela deixou a vida dela seguir em frente após a tragédia com o Yi Soo foi o que mais apreciei na personagem, Hae Woo se permitiu apaixonar novamente e não bancava a cega quando a verdade das tramoias envolvendo sua família vieram a tona. Mas, o ponto principal para adorá-la foi quando ela se viu divida entre o marido, por quem tinha uma grade gratidão, e o amor da sua vida, Yi Soo, cometendo traições e entendendo que o coração é volátil e nem sempre correto. Soo Ye Jin em mais uma atuação memorável tornou a personagem mais carismática.
Gente, o casal, que tensão, que amor e que agonia me davam. Sério, era tão errado, mas ao mesmo tempo eu estava lá querendo que os dois se acertassem, em muitos momentos esperei que o Yi Soo abandonasse a ideia inicial e fugisse levando consigo Hae Woo e a irmã. Eles eram tão maduros, ambos se testavam e jogavam com os próprios sentimentos, na verdade, Yi Soo, começou sendo um canalha, querendo confundir os sentimentos da Hae Woo, mas por fim ele mesmo se perdeu no amor que tinha por ela e acabou muitas vezes, atrasando ou mudando seus planos para não machucá-la ainda mais. No decorrer da história você já irá prever como terminará essa trágica história de amor, mas mesmo estando preparada, nada me impediu de ficar com aquele sentimento citado lá no inicio do post, faltou para o nosso casal um tempo deles, para exporem seus sentimentos, sem medo ou culpa, eles foram sufocados pela maldade. A química entre os dois era tanta, que Ye Jin e Nam Gil foram apontados como um casal real, nada confirmado... mas nada negado pelas empresas deles, ainda existe esperança!
A história é simples, Yi Soo, após sofrer uma cruel tentativa de assassinato é salvo pelo Presidente Yoshimura e planeja uma intensa vingança contra o Presidente Jo Sang Deuk, o avô de Hae Woo, um homem que esconde segredos capazes de mudar a história da Coreia e manchar sua família para sempre. Anos depois, Yi Soo resolve por seu plano em pratica no dia do casamento de Hae Woo com seu amigo, Joon Young, confundindo a mente desta mulher determinada e jogando com seu charme para conquistar seus desejos, porém, ele ainda mantém o amor incondicional por sua irmã Yi Hyun e Hae Woo, tornando a vingança cada vez mais difícil e dolorosa. Episódios repletos de tensão e agonia, preparem o coração para aguentar todas as emoções que Shark vai proporcionar em seus 20 episódios. Como melodrama, soube envolver sem tornar-se piegas e encantou-me com um ost digno de chorar a cada letra.
Jo Sang Deuk foi um dos vilões mais inteligentes, asquerosos e envolventes de todos os dramas que assisti. O homem não prejudicou apenas o protagonista, mas sim enganou a Coreia com suas armações e falta de sentimentos. Tanta maldade e poder, que me dava asco, mas ao mesmo tempo me ganhava pela maturidade e simplicidade com que o Pres. Jo guiava o drama. O final dele é tão... mas tão diferente, que ao mesmo tempo foi digno e injusto, levando em conta todos os desdobramentos.
A querida secretária-espiã do Yi Soo, era mais uma apaixonada secretamente pelo chefe, porém era diferente das demais. Secretária Jang, se colocou acima dos seus sentimentos e foi uma mulher determinada do inicio ao fim, não se deixando trair pelas emoções, apesar disso não era fria e sempre dava um jeito de ajudar o Yi Soo a não se machucar ainda mais com sua sede de vingança. O presidente Yoshimura foi uma incógnita, e ao meu ver, apesar de ajudar o Yi Soo, e "desajudar" na maior parte do tempo, manteve-se misterioso até no final, enfim, tanto ele quanto a Secretária Jang se apegaram ao Yi Soo, mas não deixaram esse "amor" determinar suas prioridades.
Mas eu poderia fazer um post só pra gritar todo meu amor pela Yi Hyun e o Det. Kim Soo Hyun, os dois iluminavam o meu dia. Yi Hyun era a irmã caçula do Yi Soo, uma menina querida que conquistava a todos com sua doçura, já o Det.Kim foi um mistério a maior parte do tempo, porém jamais deixou de cuidar e proteger da Yi Hyun, adorava os momentos dos dois, se provocando e brincando entre si. Eu gostaria de falar muito mais sobre o Det. Kim, e tudo que ele representa em Shark, mas não quero soltar maiores spoilers, porém o personagem foi muito bem construído e se tornou o meu queridinho em toda história.
Por último, e menos importante, vale uma comentada sobre o cornélio mais irritante do mundo Joon Young. Ele era lindo, gente boa e incrivelmente compreensivo, mas poxa, toda aquela passividade e humilhação que ele se dignava a passar, fechando os olhos para a traição da mulher, me irritou profundamente. Não cola comigo, não, não e não! Aquela cara de pena não me conquistou, e mesmo ficando subentendido, espero que ele tenha aceitado que o coração da Hae Woo nunca pertenceria a ele, e que não mendigaria por atenção nunca mais. Só o pai da Hae Woo me irritou mais, mas esse nem vale lembrar.
Det. Byung, um fofo.
Quatro personagens ainda são de suma importância : a querida governanta da casa dos Jo, sempre pronta a ajudar Hae Woo a aguentar o pai bêbado e melancólico, o melhor amigo do Yi Soo - Dong Soo - um engraçado motorista que aliviava a história nos momentos mais tensos, o Det. Byung que adotou e criou a irmã do Yi Soo como sua própria filha e buscava a verdade sobre os assassinatos, e o famoso assassino da caneta, a qual não posso comentar por motivos de spoilers magnânimos.
Como disse acima, cada episódio vai deixando a vingança ainda mais difícil para o nosso Yi Soo que, apesar de contar com a ajuda de um amigo, se vê preso entre a cruz e espada já que Hae Woo, sua amada, seria uma das maiores prejudicadas. Outro ponto positivo foi como história épicas e as artes eram citadas, principalmente, a de Orpheus. Eu como amante da mitologia já havia lido a respeito, e achei de uma grade sacada inspirar Shark nesta obra. 
O desenrolar foi tudo que eu esperava, e aquele sentimento, citado por mim diversas vezes, foi a confirmação da grandiosidade que foi Shark. Na frase final, recitada por Hae Woo, finalmente entendemos o motivo do tubarão ser o ser vivo mais apreciado por Yi Soo desde sua adolescência, e nos sentimentos aliviados por esse pobre homem que nunca teve um momento de paz em sua vida. Momento spoiler : o fato de que eles não puderam conversar e finalmente acertar as coisas, ainda mais quando sabíamos - ou não - o que um diria ao outro me deixou angustiada, e essa angustia vai fazer com que Shark sempre seja uma dos meus dramas favoritos, o que poderia ter sido? Essa pergunta sempre irá me acompanhar. Fim do spoiler.

"Eles me dão pena...Porque os tubarões não possuem bexigas natatórias."
Download disponível Meteor Dramas ou online no Viki.

Bem gente, começou minhas aulas na faculdade, então não prometo post com muita frequência, mas farei o melhor para não deixar desatualizado aqui... acho que irá demorar pra surgir um drama que me deixe estática e tão absorvida em seus acontecimentos como Shark.
Você é minha estrela guia. E meu amado amigo.
Então é isso, beijos, até a próxima!

7 comentários:

  1. Uma palavra para este drama: INTENSO!
    Eu gostei de Shark do início ao fim!
    Como eu já havia te falado...eu fiquei com um determinado sentimento demasiadamente angustiante em relação ao final...mas no final do comentário eu falo mais sobre isso!

    Bom, eu adorei sua análise a respeito do drama. É bem isso mesmo. Yi Soo lembra bastante uma "máquina mortífera"...criado tão somente para cumprir os seus objetivos vingativos e aquela sua expressão inabalável retrata bem isso. Mas quando se trata de amor, o maior dos corações de pedra vacila....Fato!

    Ye Jin...MINHA MUSA... mais uma vez a sua estrela brilhou num personagem super difícil de se interpretar! Os extremos de sua atuação foram demonstrados assim..de uma forma quase que espetacular,...pera, quase não, ESPETACULAR! Essa mulher é um monstro da interpretação...

    Cara, o que esse Jo Sang Deuk me deu de raiva...não está escrito! Sério..que cara FODÃO e ao mesmo tempo ODIÁVEL ao extremo! O nível de bandidagem dele era uma coisa assim..indescritível! Lobo em pele de cordeiro...como foi difícil para a pobre neta acreditar!

    No mais, nossa...Ana, adorei seu post! Agora lá vem o spoiler...

    spoiler

    spoiler

    spoiler

    O que eu ansiei por aquela conversa que eles nunca teriam não está escrito! Nossa, meu coração parou por alguns segundos..tenho certeza! Um final trágico em dramas de vingança é sempre esperado... mas isso não me chateia...não tira a grandiosidade da produção! Maaassss, o que de fato me dexiou com mais raiva hauahuahaua foi o fato de Jo Sang Deuk ainda sair rindo, entende? Mesmo preso..ele ainda saiu rindo da morte do Yi Soo... CARA, indignação total...aiiiish. Ele podia ter morrido de uma forma menos favorecedora pro lado do bandido..isso me deixou irritada..aquele sorriso...vontade de esganar aquele velho! hahahahahahahahahahahah

    Ana, adorei o fato de vc ter amado Shark..pena que foi um drama tão pouco divulgado...hahahahahah eu diria que as pessoas não buscam por dramas desse gênero...hauahuahaua estão mais preocupados com as modinhas...e perdem a oportunidade de estarem verificando essa obra incrível! Gostaria muito que mais pessoas se deixassem tocar pela grandiosidade desse drama, cara..espero que seu post invada de curiosidade os seus leitores e elees assistam!!!!

    ResponderExcluir
  2. Ps: o que foi aquela primeira fase né? *O* Nossa senhora... <3'

    ResponderExcluir
  3. que ótimo finalmente encontro alguém que assistiu Shark! Também é um dos meus favoritos.
    Já que vc também curte melodramas tente assistir When a man loves melodrama de 2013,poucas pessoas assistiram e quem viu não captou a essência.este é o comentário sobre When a man loves que deixei no site do Filmow:
    Eu realmente amei este drama, antes de vê-lo li muitos comentários negativos sobre ele mas ao assistir me perguntava todo tempo se realmente essas pessoas viram o mesmo drama que eu, pois fazem comentários dos personagens muito levianamente. O drama é lindo , realista e profundo, talvez seja por isso que as pessoas,acostumados com dramas "fofos",não conseguiram perceber o encanto da série.Pra mim é o melhor triângulo amoroso que vi em dramas,eu não me preocupei com quem ela ficaria no final pois para mim ambos a mereciam e ela ficaria bem com qualquer um. Todos os personagens foram bem trabalhados, mocinhos e vilões mostraram tanto o seu lado belo como o feio, ninguém era simplesmente mau ou bom.Porque assim somos nós não é? Erramos acertamos, magoamos, somos magoados, nos arrependemos, nos redimimos, perdoamos, e é isso que torna a vida bela, e pra mim por conter todos estes elementos, considero este drama belíssimo.

    ResponderExcluir
  4. Eitaaa....duas amigas e Anas ainda amando esse drama, vou ter que abandonar minha resolução de não ver melodramas por um tempo e ver Shark logo! Sabe que não gosto mto desse gênero neh amiga?! Essa coisa dramática, melancólica e vingativa nem sempre me conquistam. Mas exceções acontecem como TWTWB! Eu gosto demais da atriz de Shark e só agora fui perceber que dramas só vi Personal Taste com ela. O ator eu não conheço e na época da transmissão na Coreia os gringos falavam mtooo de Shark (era na msm epoca de Heartless City mais ou menos), mas desanimei quando vi a barbicha do ator e estou aqui até agora sem conferir esse drama. Assim que tiver mais espaço no meu HD vou baixa-lo.

    O comentário da Alice KY me fez lembrar que ainda não terminei When a Man Loves!! Ohhh e acho que vc tbm não né?! KKKKKKKKKKKKK Abandonamos na msm época tbm! KKKKKKKKKK

    AMEI o post amiga, só me fez ter certeza que valerá a pena ver Shark! *_*

    ResponderExcluir
  5. Kim Nam gil e Son Ye Jin, realmente tiveram uma química incrível.
    Shark foi meu primeiro dorama e foi onde me rendi ao entretenimento coreano, por isso tenho por ele um carinho enorme, e o Nam Gil é o meu ator preferido.Ótima resenha, parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Kim Nam gil e Son Ye Jin, realmente tiveram uma química incrível.
    Shark foi meu primeiro dorama e foi onde me rendi ao entretenimento coreano, por isso tenho por ele um carinho enorme, e o Nam Gil é o meu ator preferido.Ótima resenha, parabéns.

    ResponderExcluir
  7. Ebaaaaa !! Finalmente encontrei uma resenha COMPLETÍSSIMA sobre o drama !! Estou assistindo e estou amando ... Esse drama não é muito comentado... Então venho buscando resenhas sobre ele para ver a opinião do público . Amei a resenha kkkk só não li algumas partes por medo de encontrar spoilers ! Mas assim que eu acabar eu leio completamente !

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Hallyudramas Copyright © 2012 Design by Ana Coscia Hallyudramas

Related Posts with Thumbnails