29 de maio de 2015

Loving, Never Forgetting (C-Drama)

Não lembro como cheguei nesse drama, ou o que me motivou realmente a assisti-lo já que é tudo que luto contra: longo, chinês e um apanhado de clichês, mas bastou menos de cinco minutos para eu estar totalmente capturada pela história, querendo mais e conseguindo terminá-lo em 3 dias, após 34 episódios de muito amor, ódio, sofridão e lágrimas.

(Jerry Yan, Tong LiYa, Huang Bo Jun, Wang Yi Tong) Ano: 2014
Zhong Mo salva o garotinho Tong Tong em um acidente, para mais tarde descobrir que ele é seu filho, fruto de uma única noite que ele passou com Wu Tong, o qual ele não lembrava. Uma batalha judicial pela guarda do menino se desenrola entre eles, e em meio a muito ressentimentos e desencontros, Zhong Mo vai aos poucos reconhecendo a mulher simples e cativante que Wu Tong é. Será possível recomeçar essa relação depois de tantas mágoas? E Wu Tong? Terá coragem de enfrentar as provações que um relacionamento com alguém como Zhong Mo acarretará? 

"A primeira sinopse" pode ser outra versão de Autumns Concerto, mas calmem esses corações, porque além de mãe solteira e pai rico, nada mais Loving Never Forgetting se assemelha a Autumns, a não ser o fato do prota ser outro integrante do primeiro F4 que esse mundinho já teve (sim, Jerry Yan foi o nosso Jun Pyo).

Alguém empresta um pouco de amor próprio para essa protagonista porque ela está precisando, urgentemente. Sabe, eu até curto esse tipo de personalidade batalhadora, como mãe solteira e blablabla, mas pra mim a Wu Tong tava mais pra uma stalker leve, já que se apaixonou por um homem apenas pelas noticias que lia em jornais. Ela era tão boa que isso acabou resultando em todos os problemas do drama, sempre esperar o melhor de todos não é a solução gata. No final, mesmo passando cada perrengue pra tentar suportar todas as humilhações que essa coitada sofreu acabei gostando bastante da personagem, acho que mais pela atuação da atriz do que pela personalidade em si.
Zhong Mo, ou Jun Pyo caso não tivesse conhecido a Jan Di, é um escrotinho do bem. Apesar do Jerry Yan ter apenas uma expressão todo o drama (aquela cara eterna de sofrimento com prisão de ventre) eu sentia muita pena com o que o Zhong Mo tinha que lidar: era mãe obcecada, inimigos pessoais e profissionais, e do nada surge um filho pra acabar com o estado psicológico do cara. O melhor de tudo é que ele não inventou de casar só porque descobriu o filho e toda aquela enrolação que a gente conhece (mandando um beijo para os dramas chineses de maior sucesso), Zhong Mo só decidiu tentar algo com a Wu Tong quando tinha total conhecimento dos seus sentimentos. No fim, depois de tanto sofrimento, o Zhong Mo merece ser beatificado e ter uma estátua de ouro dele no centro de Beijing para a peregrinação dos protagonistas estereotipados que a gente ama mais do que devia.
essa cena acaba comigo...
Mas todo esse sofrimento vale a pena por esse casal sensação. Gente, como eu amava os barracos deles, simplificando:  eram tão machucados pelo passado que, para não gostar um do outro, procuravam defeitos, sempre tentando culpar o outro por tudo de errado que acontecia. Mas existem dois momentos né? Até o episódio 16 é muito "ódio" nesses coraçõezinhos, mas, do 16 em diante... meu senhor, quanto amor, quanta pegação, quanta melosidade... era tamanha a diferença que fiquei em dúvida se fui eu que assisti tudo tão de presa e na ânsia não percebi as mudanças, ou foi o prota mesmo que chutou o balde e: quer saber? vou parar de mimi.
Obviamente, pelo Zhong Mo ser ricaço e do mundo dos negócios tem muito tempo de tela ocupado por essas negociações e aquele falatório infernal, admito, dei uma avançada e não me fez falta para o entendimento da história. Mas vale ressaltar: quando não tem essas cenas a gente fica se perguntando quando esse povo trabalha, quando tem também reclama... Enfim, óbvio que tem uma super negociação rolando (e muitos segredos pessoais de porque todo mundo se odeia) entre 3 empresas gigantescas, a do Zhong Mo, a de um tiozão lá, e do Xiang Ju o maior fdp da história dos doramas.
Sério, eu fiquei tão desapontada com o Xiang Ju, porque ele era o melhor amigo, super gente boa e que ta la pra ficar chupando o dedo no final, não pra ser o ser humano mais ridículo e desprezível desse mundo. Ele ajudou tanto a Wu Tong, e ela também apoiou ele nos momentos mais trevas pra no final o cara usar ela daquele jeito baixo? Não levando em consideração que a coitada ia perder tudo? Não me vem com essa de vingança, com "estava cego pelo ciúmes"... vai catar coquinho. Mas claro, todo mundo perdoou o cara porque...porque...sabe-se lá deus porque!
Enquanto Xiang Ju me decepcionou, Mandi - a linda, rica, magra, talentosa e peguete assumida do Zhong Mo - não honrou a classe das bovinas mal amadas que infernizam a vida da pobre prota e não fez uma única cena de ciuminho. Apesar dela sumir e voltar como um fantasma durante todo dorama teve explicações bem convincentes, no fim, enquanto Xiang Ju fazia de tudo para eu terminar o drama com gastrite aguda a Mandi ajudava os nossos pombinhos a ter seu happy ending.
Vou me abster de comentar sobre a mãe mal-amada do Zhong Mo e de como o passado conturbado dela com o pai do nosso prota vai acarretar, isso tiraria toda graça dos episódios finais. Obviamente, não é nada novo, pois Loving Never Forgetting é um drama viciante sem ter uma real diferença dos demais doramas. Como já foi dito, é um apanhado muito bem feito dos clichês comuns nas histórias chinesas.
Um grata surpresa é o assistente tiozão do Zhong Mo, o alivio cômico. Na verdade, raramente curto esses personagens ocupando tempo de história, mas nessa caso caiu como uma luva para aliviar a tensão nos momentos mais críticos, além de mostrar em rápidas cenas o relacionamento de camaradagem entre ele e o Zhong Mo. Claro que ele também ia arrumar alguém pra esquentar a sua costela. E digo mais, a construção da relação entre o tiozão e a magrela foi uma das mais engraçadas e interessantes que já acompanhei.
Assim como era de se esperar, o filho deles, Tong Tong, é um garotinho modelo, que, diferente dos demais, não fica pedindo por seus pais juntos já que em uma das melhores cenas do drama ele reconhece que os dois ficariam mais felizes convivendo com seus respectivos namorados.
O final é tipicamente de um drama chinês, mas confesso ficar extremamente surpresa já que tinha pegado um "spoiler errado". Apesar de diferente e simples foi muito satisfatório, mesmo com todo mundo terminando beatificado.
é brega, mas é lindo
A história apesar de não trazer nada novo não enrola nos acontecimentos e engata rapidamente na conturbada vida dos personagens. Mesmo com tantos desencontros e momentos bem desesperadores na relação do casalzinho, Loving Never Forgetting é um belíssimo dorama, que conta com um tocante ost e primorosa atuação de seus protagonista, ou seja, indico para todos.
Além de entrar na minha lista de favoritos, Loving foi o primeiro drama que assisti inteiramente em inglês, realmente, não curto indicar dramas que não estão disponíveis na nossa língua, mas assim que as legendas no canal do viki estiver sincronizada eu aviso. Se quiserem assistir, mesmo em inglês, o My asian tv trouxe ele completo, com ótima qualidade e online. Obs: para quem quiser fazer download, o Why Why Dramas tem completo em pt!

Conclusão 
Uma vez Jun Pyo, sempre Jun Pyo...
Então é isso, assistam, POR FAVOR, esse drama!

Antes de irem, segurem na mão de deus e ouçam essa música...

Sofrência né...
to indo pegar meus lencinhos, bye,bjs!

11 comentários:

  1. Anônimo1/6/15

    Terminei agorinha e corri pra cá. Gostei, e muito! Clichê, sofriiido, sem or como me arrancava lágrimas e me fazia me sentir envergonhada por tá chorando com tamanho dramalhão haha maria do bairro e demais precisam fazer escola na China - só acho. Mas não conseguia parar de ver. E em chinês! Meus ouvidos ainda não se adaptaram a esse idioma, tanto que foi meu primeiro tw-drama concluído \o/

    O ator prota.. péssimo, né?! HAHAH gente, que ator ruim! hahah mas oh, vou falar, o cara tem aquele ziriguidum, hein! Daqueles que torcia pra ele pegar qqr uma, só pra vê-lo pegando :P já tô com outro drama do cara pra ver, só pra ver mais ele em ação.

    Amei o assistente do prota, engraçado SEM precisar ser afetado. Ótimo ator, de parabéns. Nos primeiros eps até cheguei a ficar na dúvida se ele seria do bem ou não, mas foi só começar a aparecerem as cenas dos dois em bromance puro, que saquei q ele ofuscaria a bagaça toda

    O advogado foi realmente uma decepção, mas até achei bom. Porque de boazinha e santa já bastou a prota, né. Pra que mais um clichê do amigo perfeito forever alone? E meio que foi bem justificada a mudança abrupta de personalidade na personagem. Não foi mero recalque por ter perdido a mocinha, teve toda uma ferida familiar má cicatrizada.

    Entrou definitivamente pra listinha dos amorzinhos, foi clichê, foi sofrido, mas foi rosé. E assim como vc, super pulei as cenas do rolo empresarial e sei que fui muito mais feliz. Fica a dica: pulem essas cenas haha

    BBF tem versão na Ásia toda, é isso mesmo? Olha, se eu já não tivesse duas versões da mesma história, até encarava. Mas é muito drama na fila, não dá pra repetir história, infelizmente. Vou aguardar sua resenha, se vc encarar ;)

    AnônimA :)

    ResponderExcluir
  2. Anônimo5/6/15

    Esse drama parece ser legal, pena que está só tem em inglês. Sobre ele ser mais um "Jun Pyo" como fã do mangá, anime e de outras versões do dorama me sinto injustiçada, porque o nome original seria Tsukasa Doumyouji, e quem ver pensaria que Boys Before Flowers é a versão original, levando muitos a falar que o meu querido Hana Yori Dango J-Drama é a VERSÃO JAPONESA de BFF, sendo que é a versão japonesa do MANGÁ Hana Yori Dango, me desculpe por ser chata rsrs.

    ResponderExcluir
  3. Esse drama parecer ser bem interessante, claro que a quantidade de episódios me bate aquela preguiça básica sabe? Mas me interessei pela história e quem sabe agora que to quase de férias eu não comece a ver. Está na lista já.
    E queria dizer que tem uma TAG te esperando lá no meu blog
    bjinhos
    http://annyeongdramas.blogspot.com.br/2015/06/tag-amo-odeio.html

    ResponderExcluir
  4. Por favor,
    Gostaria muito de assistir esse drama, mas não consigo encontrá-lo para baixar em nenhum site.
    Me ajudem por gentileza,pois quero baixar e assistir calmamente.
    Obrigada


    Leninha

    ResponderExcluir
  5. Ana ease drama é perfeito!!!!
    Obrigada!!!!
    Mas pot favor...onde posso baixar essa ost?
    Please me ajude,estou apaixonada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também quero saber como baixar.

      Excluir
  6. Aiii,eu amei esse dorama!!!Este foi o meu primeiro c-drama,a história é muito envolvente,a química do casal principal é top...Sofri,chorei,me emocionei,surtei...Esse drama envolve muitas emoções.Super recomendo,e foi o dorama mais longo que já assisti,mas valeu a pena.
    Parabéns pela resenha,e pelo seu blog.Show de bola.Bjoo.

    ResponderExcluir
  7. Essa... música. Cara, eu estou sentindo um buraco crescendo no meu coração. As músicas de dramas já fazem sofrer e tem gente que não facilita pra nós. É complicado, man.

    ResponderExcluir
  8. Apaixonada por Jerry em 1,2,3!Amei, chorei,sofri, me descabelei muiiiiiito, tanto que estou assintindo novamente só pra ter certeza que não deixei passar despercebido nem um pedacinho desse drama. confesso que nem trabalhei e nem dormi direito, só assistindo...Conheci os dramas chineses depois que vi Mars, desde então ...virei viciada, apaixonada por eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde você assistiu esse dorama em qual site? Por favor estou louca atrás desse dorama pra assstir :(

      Excluir
  9. Aonde tem esse dorama legendado??

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Hallyudramas Copyright © 2012 Design by Ana Coscia Hallyudramas

Related Posts with Thumbnails