28 de julho de 2013

Nail Shop Paris (K-Drama)

Dramas que não se esperam nada, são os melhores. Quando Nail Shop Paris foi lançado não dei muita importância, e só fui assisti-lo quando estava na quarta semana de exibição... foi amor a primeira vista.

(Park Gyu Ri, Jun Ji Hoo, Song Jae Rim, Thunder, Han So Young) Ano: 2013
Yeo-Joo (Bunny) escreve histórias de amor na internet sobre raposa de nove caudas. A história torna-se um sucesso na internet, mas Yeo-Joo é pega em um escândalo de plágio. Ela decide escrever uma história sobre algo completamente novo. Para ter inspiração, decide observar pessoas reais para o seu próximo projeto. Yeo-Joo vai para a estação de metrô e vê um homem salvar uma mulher. O herói é Alex. Yeo-Joo acha que Alex é um perfeito material para sua próxima história. Ela segue Alex ao seu local de trabalho, o que acaba por ser uma loja de unhas chamada "Paris". Yeo-Joo decide trabalhar na loja, mas parece que lá só contrata funcionários do sexo masculino. Então, ela se disfarça como um homem.

Obviamente a gente já pensa, após ler a sinopse, mais um clichezão água com açúcar. Pera, não é assim, tá que tem clichê, tá que tem muito açúcar, mas não é que o drama surpreende em muitos momentos e acaba por ser original a sua maneira?
O melhor gender bender disparado, Shin Hye que me desculpa, mas a Gyu Ri encarnou perfeitamente o papel de homem, tanto que quando se vestiu de mulher, mais parecia um travesti. Tá que a Bunny as vezes irritava, mas como não ficar dividida entre o Kay e o Alex? Eu fiquei confusa e mudei de lado mil vezes. Fora os relacionamentos, a Bunny tinha uma personalidade incrível e eu adorei ela. 
Alex foi o meu muso, e me julguem eternamente. O cara era lindo, gente boa e um fofo, tá que a passividade teve o seu preço, mas eu morria com aquele olhar tristonho. Ninguém mandou ele querer ser o amigão da galera e não investir na própria felicidade, e no final, quando eu achei que ele ia ter uma ceninha má, Alex foi ainda mais camarada. Como não amar? 
Kay ganhou o posto de macho alfa dos dramas. Ele era esquentado, brigão, grosso e tinha uma barba sexy no queixo, obviamente, a parcela feminina estava lá, de joelhos por ele, porque além disso tudo era um manicure de mão cheia. Admito que torci em alguns momentos pelo Kay, pois ele não se importou se a Bunny era homem ou mulher, e foi buscar um relacionamento com ela. O bichinho era persistente, mas não pamonha de aceitar tudo. Por isso, ponto pro Kay!
Pra fechar, tínhamos o Jin. Esse lindo, fofo e querido, que foi a minha alegria e o culpado por eu voltar a ouvir MBLAQ. Mesmo com as roupas de gosto duvidoso e cabelo cor água-de-salchicha, o alto astral dele iluminou o drama, e me fez surtar de amores. Jin descobriu cedinho que o Bunny era a Bunny, e entrou na brincadeira rendendo cenas hilárias. Ele era uma criancinha, mas depois de engatar o romance com a melhor amiga da Bunny deu uma amadurecida legal.
Tá que a história é meio louca, sem pé nem cabeça, mas as coisas meio que se conectam no final. A história 'inicial', do romance que a Bunny quer escrever, não é esquecida em momento algum, e eram cenas muito tensas que refletiam tanto os sentimentos da personagem como próprio desenrolar da trama no Nail Shop. Vale dizer que eu ria baldes da voz que a Gyu Ri fazia pra gumiho.
Além desse 'romance', tem as histórias que acontecem no próprio Nail Shop e as clientes. Eu achei o pessoal do NSP bem intrometido na verdade, eles estavam sempre lá dando pitacos nas relações e criando planos mirabolantes para ajudar a clientela depressiva, em que hora esse povo trabalhava?
Cada episódio tem uma história diferente, envolvendo um tabu da sociedade, e essa foi a grande cartada do drama. Era sempre algo novo e, ao seu modo, surpreendente. O meu favorito foi a história das duas amigas, além de ser bonita e trágica ao mesmo tempo, teve um importância monstro para o desenrolar.
Porem, algo que me deixou decepcionada, foram as unhas. Sim, esperava mais, ou melhor, esperava unhas usáveis, não garras coloridas que a pessoa não pode nem fechar o próprio botão da calça.
Outro personagem que teve uma grande importância é a dona do Nail Shop, entretanto, falar algo minimo sobre ela pode ser um spoiler extremo. Eu ainda não decidi se gostei ou não da personagem, fiquei com aquela impressão que faltou algo.
Por falar em faltar algo... o final. Quero explicações. Assim foi tão louco, esquisito, surpreendente que eu não consegui processar todos os acontecimentos, foi uma explosão de revelações, umas sem pé nem cabeça - ou todas? - e outras tão tão... poxa. Eu gostei, porque foi diferente e combinou total com o drama, porém eu queria meu Alex, aqui comigo... se bem que, tudo é possível.
Quem procura uma história com alguma criatividade, fofa e com casais onde o contato rola solto, Nail Shop Paris é a minha indicação, sem medo algum. Tá que muitas pontas ficam soltas, e a gente tem que fechar os olhos para algumas viajadas dos escritores, mas pô, as vezes é bom assistir algo sem sentido.

Macho que é macho, faz unha de mulher!
Então é isso, beijos, até a próxima!

5 comentários:

  1. Esse é o drama mais light q já vi e gostei mto por isso! Comédia, drama e romance tudo na medida certa... Acho que por ser um drama curto, muitas coisas, inevitavelmente, não foram bem desenvolvidas, mas por causa dos personagens interessantes era uma alegria ver os eps...
    Torci sempre pelo Kay, afinal, ele é o meu tipo kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Amigaaaaaaaa! Só vi dois episódios do drama e mal posso comentar sobre! Li uma resenha esses dias onde a blogueira gostou mas não foi o que ela esperava sabe?! Queria que fosse bem melhor e tal! EU AMO gender bender e YAB sempre será meu queridinho! <3 Mas assim, não perco um e quero mto finalizar logo Nail Shop Paris! Já amei a Bunny! E estou dividida entre Alex e Key! Os dois são ótimos né?! O Key entãoo! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK O Thunder é o fofo! \o/ Confesso que não sei pq achei a proposta do dorama bem interessante mas não sei se acharei tão interessante assim acompanhar uma história diferente em tdo episódio, me entende?! Achei o ritmo do drama meio lentinho as vezes e tal! Assim, espero que me surpreenda ainda e curta bastante o drama! =) Amei a resenha! =) Objetiva, clara e mto bem escrita como sempre! *_*

    ResponderExcluir
  3. Anaaaa
    então, assim como a Alay, acho vi só 2 epis de NSP (ou 1 não lembro direito). E o pouco que eu vi eu gostei, tipo... achei interessante o motivo que levou a Bunny a ser vestir de menino e blá blá blá e, apesar de eu não gostar da Gyuri, ela se saiu muito bem nesse papel. Não vi coisas suficientes para cair de amores por nenhum dos garotos, só o Thunder que me conquistou logo de cara por ser essa coisinha mais linda e fofa! No começo achei que o Key ia ser tipo um vilãozinho, mas depois li que tem essa love-line dele com a Bunny então fiquei de boas. Btw, adoro machos alfa! Key, VEMK
    Sobre o tema em geral, realmente parece uma viagem na maionese rsrs mas, como vc disse, de vez em quando é bom ber um dorama leve assim.
    ótima resenha!
    bjssss

    ResponderExcluir
  4. Nossa concordo com tudo que vc escreveu, eu não conhecia a Gyuri por q tipo eu nunca dei atenção pro KARA, mas depois desse drama eu passei a gostar muito dela como atriz, ela realmente entrou na personagem e ficou parecendo homem tanto que como vc disse quando se vestiu de mulher ficou parecendo um traveco.
    Sobre o Thunder eu gostei dele no drama, mas trolaram o coitado pq ele não ficou bem loiro não, ficou artificial demais.
    Amei o Key, tipo não teve enrolação por parte dele assim q ele percebeu q tava gostando Do Bunny ele foi lá e se declarou, nem ligando pro fato dele ser um homem. Já o Alex me irritou tipo primeiro ele via o Bunny como um irmão e depois do nada se apaixona por ele mas resolve não lutar pela mulher..é muito passividade numa ser só.
    O final ficou meio corrido na minha opinião eles deveriam ter colocado mais um episodio ai ficaria melhor.

    ResponderExcluir
  5. Acho que fui a única que não gostou tanto assim da Bunny kkkkk sei lá, o pior foi que ela não me convencei como os outros gender bender que assisti. Em um momento ela até que ficou aceitável para o meu Kay lindo e totoso, mas ela em cima do muro td hora era o que mais me dava raiva u.u tudo bem ela gostar do Alex e do Kay, eu aceito isso nos dramas, mas vc tem que ter um que goste mais, não amar o dois e ser feliz com dois maridos. Tá que com os dois até eu queria ser feliz forever com eles do meu lado, mas não é assim que a banda toca minha filha u.u nossa enrolei muito para falar que não gostei dela kkkkkkkkkkk
    Mas até que para passar o tempo o drama foi bom, só esperava que ele tivesse sido melhor desenvolvido.
    Gostei do post ^^

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Hallyudramas Copyright © 2012 Design by Ana Coscia Hallyudramas

Related Posts with Thumbnails