9 de abril de 2014

Emergency Couple (K-Drama)

Acabou-se o primeiro drama que acompanhei com a Coreia neste início de 2014. Emergency Couple encabeçou o tema do momento, o temeroso e polêmico divórcio. Com muito humor, romance e drama acompanhamos outro esteriótipo de casal, tão cativante quanto os demais.

(Choi Jin Hyuk, Song Ji Hyo, Lee Pil Mo,Yeo Jin, Clara, Yoon Jong Hoon ) Ano : 2014
Uma comédia romântica sobre um casal que se casou durante a faculdade de medicina, mas devido a suas personalidades conflitantes divorciaram logo depois. Eles estão reunidos seis anos mais tarde como estagiários em um hospital. Haverá  uma nova chance de amar para os dois?

É impossível não rir com os primeiros episódios. Um casal divorciado que, aparentemente, se odeia tendo que conviver na emergência de um hospital enfrentando perrengues inimagináveis. Claro, eu gosto de separar o drama em dois momentos : o comédia ensandecida (pré-Chang Min apaixonado) e o melodrama engraçadinho (pós-Chang Min apaixonado).
A querida Dra. Oh era uma mulher diferenciada. Mesmo sendo mais velha buscou um "sonho" para provar para o ex-marido e, para si mesma, que era capaz de ser independente e forte. Mas, de muitos modos, eu não consegui gostar absolutamente da Jin Hee, talvez pelo passado dela tão fraco e deprimente ou pela própria maneira como ela se postava no presente, ainda indecisa em muitas situações. 
Agora, Chang Min, querido, que personagem contraditório e cativante. Ele começa apático, quase eclipsado pelo concorrente, mas no fundo era o verdadeiro macho-alfa do drama. Na real eu acabei amando em dobro o Chang Min pelo passado dele, visivelmente, Chang era quem tentava fazer o casamento dar certo, impulsionando a Jin Hee e querendo sempre fazer de tudo para agrada-la. Anos depois, mesmo sendo um babaca em algumas situações, ele só queria privar-se de sofrer novamente pela mesma mulher, o que é super compreensível após assistirmos os flash backs. Um cara alto-astral, gente boa, lindo, talentoso, tá que tem a mãe chatonilda mas, por Changão a gente aguenta tudo.
Resumindo o casal com uma frase do Chang : "Nossa química é Top". Eles foram tudo que o drama pediu, engraçados no início, briguentos, com aquela pontinha de ressentimento, temerosos pelas consequências e por fim só apaixonados. Super apoio como eles não fizeram do casamento um objetivo, iam recomeçar aos poucos e curtir muito mais um ao outro, sem impor rótulos desnecessários. 
O Chefe Gook era tão irritante, mas eu amava ele. No inicio, juro, ele e a Jin Hee faziam um par muito mais gostoso de acompanhar e fiquei desolada por não ter havido nada entre eles, era necessário, pelo menos para Jin Hee conhecer um homem diferente do Chang Min. Mas o Chefe não tinha atitude, não era tão fervoroso em expor seus sentimentos como era no trabalho, totalmente obcecado e atormentado por uma infância abandonada. Somente a Dra. Shim, toda linda e poderosa, para aguentar essa personalidade. Uma mulher independente, engraçada e inteligente que já havia tido sua oportunidade com o Gook e queria apenas que ele fosse feliz, ta, eu também queria que ela abrisse o coração, mas no fim eu gostei como eles se acertaram sem afobação, já que o amor deles vinha de muito tempo antes. 
Enquanto nossos casais e triângulos amorosos se desenham, o pano fundo ser uma grande emergência deixa tudo mais dinâmico, os diálogos são rápidos e diretos, os acontecimentos misturam o cotidiano com o excepcional, além dos demais personagens : enfermeiras e doutores, que com muito humor e dedicação mostram o quanto esse setor hospitalar sofre com falta de verbas e atenção da diretoria. 
Os internos mais queridos por mim, e meu casal favorito, foi : Yong Kyu  e Ah Reum. Como eu amava tudo sobre esses dois. A Ah Reum começou apaixonada pelo Chang Min, achava que teria ódio dela, mas não. Gente boa e inteligente, Ah Reum não era descarada e sem amor próprio, investiu até onde deu e deixou o caminho livre para a Dra Oh. Já o Yong Kyu sempre foi apaixonado pela colega, buscando apoiá-la e ficar bem em seu olhos,  e creio que a maior crise de identidade ser dele caiu como uma luva para Yong Kyu se tornar mais decidido e crescer aos olhos da Ah Reum. O final, bem, como sempre me inventam uma viajem mas, eu fiquei feliz pelo fato dela ter reconhecido ele e se mostrar apaixonada também. 
O outro casal de médicos é totalmente dispensável, desculpem, mas não me desceram com as discussões ridículas sobre filhos e as atitudes infantis dos dois, era quase como uma releitura dos principais, só quem sem o carisma de Jin Hyuk e Ji Hyo. A mãe do Chang Min consegui ser mais porre ainda, não consigo achar um drama que essa atriz faça uma mãe engraçada e boa, novamente desgastante e mimada, mas seu final foi o mais aceitável de todos até hoje. 
Já a família da Jin Hee era tudo de bom. A mãe dela era hilária querendo jogar a pobre da Dra pro Chefe. A irmã e o cunhado então, passava mal rindo dos dois, fiquei querendo mais momentos engraçados e românticos entre eles. Porém, a grande estrela da família, quizá do drama, foi o meu baby Gook. C-A-R-A-M-B-A onde acharam uma criança tão fofa e amável como essa? Eu só prestava atenção nas legendas quando ele não estava em cena, impossível não se derreter nessa bochechas gorduchas e esquecer de tudo. Nem fala o quanto surtei loucamente quando o Chang Min e a Jin Hee cuidaram dele... épico.
Em 21 episódios Emergency segue um ritmo médio, alguns acontecimentos tornam ele mais lento e dramático do que eu esperava, e queria para história inicial, mas nem só de risadas se vive, ainda mais envolvendo o tema médico, mas nada que me fizesse fazer parar de assisti-lo. A trilha sonora não foi algo excepcional, ou talvez, o fato de eu acompanhar dramas com trilhas incríveis tenha eclipsado a de Emergency Couple, porém este é o tipo de história que não depende um piano ao fundo ou refrão emocionante para prender-nos nas cenas. 
O final foi bem feito e nada muito fantasiado. Principalmente por não deixa o casamento em primeiro, mas sim o amor entre os personagens mais evidente, seus planos futuros e sua realização profissional em pé de igualdade com a vida amorosa. Tá, admito, queria um baby Gook para Jin Hee e Chang Min também, porém, depois de ver a Jin Hee dançando só de baby dol sexy para ele não duvido que isso esteja muito perto. 


Jin Hyuk me abandonará pelos próximos dois anos...
Porque você me rouba ele assim Coreia?
Então é isso, beijos.



OBS ¹ : Recuso-me a acreditar que o ator que fez o Yong Kyu tem 30 anos... 
OBS ² : Siwon Fansubs, cês são demóisss.

11 comentários:

  1. Daniele freitas9/4/14

    Depois dessa resenha vou correr pra baixar, eu ia acompanhar esse drama desde o começo mais confesso que tinhas alguns doramas pra terminar e não deu tempo mais com certeza vou assistir primeiro motivo por causa da Ji Hyo segundo Jin Hyuk confesso que ele não é meu ator favorito mais ele tem uma coisa nele que me cativa e terceiro se tem bebe na historia eu já fico louca adoro quando tem criança e bebes acho tão fofo, então com certeza vou olha...
    adorei a resenha :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério assista, despretensiosamente que irá gostar com certeza. Ahhh o Jin Hyuk me ganha, certo que sim, ele tem um charme inexplicável já que pra bonito não serve!
      o Gook é o bebê mais linduxo desse mundo, surtava com ele!
      Obriga por visitar o blog e volte sempre!

      Excluir
    2. Você não vai se arrepender. O Dorama é muito bom. Ri demais e me apaixonei pelo pequeno Gook

      Excluir
  2. Sério que ele vai pro exército? ;( Ótima resenha <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta quase confirmado que ele irá esse ano, também tá com 28 já HAHAHHAHA

      Excluir
  3. Aigoo! Surteeeeei geral nele. Sempre dizia que ia parar no episodio tal e nunca conseguia. kkkkk
    Casal Oh, gostei demais, adorei as briguinhas, as cenas de ciúmes, os beijos, etc etc
    Apenas não entendi como esse Dr. se interessou pela Dra. Oh, sendo q Dra. Shim estava bem ali, ela é muito linda, perfeita, fofa, pra casar. kkkkkkk
    Agora a paixão desse dorama mesmo, foi o Gook, dono do dorama, só acho q ele deveria aparecer desde o primeiro episodio. kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh sim, esse drama foi tudo! O casal Oh dispensa comentários mas, super compreendo sobre o Chefe, nem sei como ele deixou ela ir embora antes, tem que matar um homem desse mesmo HAHAHAHAHA
      SIMMMMMM O GOOK COMANDOU O DRAMA! a primeira vez que ele apareceu tive que pausar a cena pois foi muita fofura pra pouca criança HAHAHAH

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

  5. Olá,criei um blog para falar de doramas e também astrologia dos nossos atores e cantores preferidos,o primeiro post sobre signos foi sobre o ator Lee Min Ho confiram! http://ainidramas.zip.net/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou passar lá pra conferir sim!

      Excluir
  6. Anônimo22/4/14

    Gente amei esse drama. Recomendei ele muito por ser leve e engraçado. Foi o primeiro que acabei de assistir em inglês capenga e sofrido! Amei seu blog, parabéns! Lalu

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Hallyudramas Copyright © 2012 Design by Ana Coscia Hallyudramas

Related Posts with Thumbnails